Dicas Librelato

Raio-X: Veja como é a estrutura de um semirreboque da Librelato

24 Jan 21
2 min
01

A estrutura de um semirreboque faz toda a diferença na hora do transporte. Neste blog post, apresentamos o que a Librelato oferece e os seus diferenciais.

A escolha de um implemento rodoviário, como por exemplo a estrutura de um semirreboque, é fundamental para o transportador. Seja autônomo ou frotista é preciso fazer a escolha correta para garantir a rentabilidade do negócio e cumprir as exigências legais desse tipo de transporte.

Ele serve para adaptar o caminhão ao cargueiro, sendo que o modelo varia conforme a carga que deve ser transportada. Um semirreboque pode ser destinado ao transporte de carga seca, por exemplo, ou graneleiro. Pode ser também utilizado para levar cargas líquidas (tanque) ou veículos (cegonha).

Seja qual for sua necessidade a Librelato tem a estrutura de semirreboque ideal. Já conhece os modelos da empresa? Neste blog post apresentamos um raio-x completo desse implemento e quais seus diferenciais. Confira!

Suspensão

A suspensão absorve os impactos e vibrações do contato do veículo com o solo. Sua principal função é proporcionar conforto e segurança durante a viagem. Por isso, é de extrema importância para observar o sistema de suspensão adequado ao tipo de operação.

Assim, desenvolvida para garantir maior desempenho e segurança, a suspensão Librelato Super, com bucha molecular no braço tensor, confere maior segurança e estabilidade aos produtos.

Caixa de carga

A caixa de carga conta com novo frontal em aço estrutural, design arredondado e menos componentes. Isso confere melhor aspecto visual ao graneleiro, facilita a operação e permite maior capacidade de carga. Além disso, possui  tombador com quatro travas e tira fino duplo nas duas tampas inferiores.

Os graneleiros da marca possuem caixa de carga fabricada com tampas ecologicamente corretas, compostas pela junção de duas chapas de alumínio e uma chapa de polímero polietileno. Essa composição proporciona baixo peso, alta resistência e maior vida útil ao produto.

Ainda, as borrachas nitrílicas (alta resistência) nas extremidades das tampas permitem total vedação da caixa de carga. A estrutura permite intercambiabilidade do revestimento da tampa, podendo ser em material polimérico ou compensado naval. 

Tudo isso faz a estrutura de um semirreboque da Librelato se destacar no mercado de transporte de cargas.

Sistema Elétrico

Com design moderno e arrojado, o módulo traseiro possui instalação elétrica de série em LED que dura até 100 vezes mais do que o modelo convencional, além de ter um consumo de energia menor.

Itens de série

  • Caixa de ferramentas plástica – tudo num só lugar e organizado;
  • Apara-barro polimérico com anti-spray – reduz consideravelmente a incidência de resíduos de terra e lama nos pneus;
  • Eixos redondos com capacidade de 11 toneladas e/ou 13 toneladas, conforme modelo;
  • Aparelho de levantamento mecânico com sapata articulável – facilita o trabalho do motorista em momentos de imprevistos;
  • Rodas a disco 20”;
  • Correntes internas nas tampas – para fixação das tampas laterais e traseiras;
  • Suporte de estepe tipo cesto;
  • Acabamento plástico superior dos fueiros;
  • Rolamentos 32218 – proporciona o máximo de dirigibilidade;
  • * Ítens de série da linha de semirreboque, bitrem, bitrenzão e rodotrem.

Opcionais

  • Sistema elétrico padrão Mercosul, conforme modelo;
  • Cintas de nylon para fixação das tampas laterais e traseiras;
  • Catracas para fixação de carga com cintas de nylon 4’’ ou 10’’;
  • Catracas para fixação de carga com cabo de aço 5/16’’;
  • Suspensão pneumática;
  • Engate esférico (conjunto traseiro do rodotrem).

Agora que você conhece como é a estrutura de um semirreboque que tal aproveitar para fazer uma simulação do Consórcio Librelato? Confira e escolha o modelo ideal para você!

Por Consórcio Librelato
Somos uma empresa de consórcios que te ajuda a conquistar os implementos mais modernos com planos acessíveis e confiáveis.

Fique por dentro das nossas novidades