Mundo Transporte Rodovíario

Quais são os tipos de transportadoras?

08 Mar 21
3 min
01

São vários os tipos de transportadora que os caminhoneiros terceirizados podem procurar por conta do seu trabalho. Leia o blog post e confira quais são eles!

Quem quer oferecer os seus serviços como autônomo, deve estar por dentro dos tipos de transportadora existentes no mercado.

Afinal, nos últimos anos, eles têm procurado cada vez mais o trabalho dos caminhoneiros terceirizados. Os motivos para isso são vários, e vão desde a redução dos custos com a manutenção dos caminhões até a melhora do prazo de entrega das mercadorias.

Seja lá qual for a razão, para você, pode significar uma excelente oportunidade de negócio!

Que tipos de transportadora existem?

Transportadoras convencionais

As transportadoras convencionais são estabelecimentos comerciais cuja finalidade é levar a carga de um determinado lugar para outro. Para isso, ela pode fazer uso de diversos modais (rodoviário, aéreo, ferroviário etc).

Todo o procedimento está sob a sua responsabilidade, como a contratação de pessoal e a manutenção da frota, por exemplo.

Legalmente, ela também é a responsável por expedir o Conhecimento de Transporte. Trata-se de um documento primordial para fazer o transporte de carga rodoviária, conhecido como Conhecimento de Transporte Multimodal de Carga.

Agências de frete

Resumidamente, os agenciadores de fretes encontram caminhoneiros disponíveis para fazer o transporte de determinada carga. Entre outras coisas, devem se certificar de que a entrega será feita dentro do prazo contratado.

Tal operação pode ser realizada tanto por um profissional autônomo, quanto por uma empresa. Neste último caso, ela irá intermediar as relações entre o negócio que tem uma carga a ser transportada e o motorista que fará o transporte.

Para fazer a intermediação, as agências de fretes cobram um percentual sobre o valor de frete negociado.

Os terminais de carga são os locais nos quais os agenciadores costumam se concentrar.

Sites e plataformas de frete

Entre os tipos de transportadora, os sites e plataformas de frete vem ganhando um espaço considerável no mercado. A internet facilita e é a forma mais eficaz de um caminhoneiro autônomo encontrar serviço.

Vários aplicativos auxiliam motoristas a encontrarem empresas que precisam de transporte. Algumas atuam até como uma espécie de Uber de cargas.

O profissional autônomo pode buscar pelo frete de acordo com o endereço de partida ou destino, tipo de carga e veículo, por exemplo. Com alguns cliques, o negócio é fechado e o caminhoneiro recebe as orientações para realizar o trabalho.

Como trabalhar com uma transportadora?

Uma das vantagens do serviço autônomo é que ele não tem vínculo empregatício. Ou seja, o caminhoneiro pode oferecer seus serviços a mais de uma empresa. Até porque, a terceirização, diante do cenário econômico atual, é uma forte tendência entre organizações.

Neste quesito, é importante que o caminhoneiro autônomo preze pela qualidade de sua atuação. Quem se compromete com a qualidade da prestação de serviços, tem mais chances de se destacar perante a concorrência.

-

Quer conhecer mais sobre o universo do trabalho autônomo com transportadoras? No blog do Consórcio Librelato, você confere diversos assuntos relacionados!

 

 

Por Consórcio Librelato
Somos uma empresa de consórcios que te ajuda a conquistar os implementos mais modernos com planos acessíveis e confiáveis.

Fique por dentro das nossas novidades