Educação Financeira

Custos iniciais de uma empresa: saiba quais são para montar a sua

08 Mar 21
3 min
01

Está pensando em abrir o próprio negócio em 2021, mas não sabe quais são os custos iniciais de uma empresa? Veja agora mesmo quanto vale este investimento!

A maior questão de quem está querendo começar a empreender é saber quais são os custos iniciais de uma empresa. Isso porque é um investimento que pode gerar muita insegurança e dúvidas quanto a gastos com legalização, infraestrutura, aluguéis, despesas mensais, entre outros.

E a verdade é que são vários os custos que uma empresa pode ter inicialmente. Isso vai depender também do tipo de negócio que será investido. No entanto, sempre há certas burocracias e questões pertinentes que geram custos e precisam ser consideradas.

Por isso, neste post, vamos explicar quais são esses gastos, para ajudar quem quer começar 2021 empreendendo. Acompanhe!

Custos iniciais de uma empresa

A primeira questão a considerar nos custos iniciais de uma empresa são os valores fixos iniciais, uma vez que deverão ser um investimento único. Por exemplo, considere as taxas de burocracias como o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais, o DARE, o Documento de Arrecadação de Receitas Federais, o DARF, taxa da Junta Comercial e outras.

Dependendo do tipo de empresa, esses valores podem sofrer alterações. É possível empreender como Sociedade Limitada - Ltda, EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou EI (Empresário Individual), por exemplo. As taxas mudam também de acordo com cada Estado.

Vale lembrar um dos principais custos iniciais de uma empresa: o registro da marca. É muito importante para a imagem da empresa e para tornar o negócio mais sólido e reconhecível no mercado. Considere como exemplos os preços a seguir:

  • Pesquisa de nome para saber se não existe outra marca igual: R$ 170,00;
  • Registro da marca: R$ 140,00 a R$ 415,00;
  • Garantia de exclusividade da marca por 10 anos: R$ 290,00 a R$ 1.610,00.

Investimentos iniciais de uma empresa

Neste cenário, você deve considerar questões de necessidade do negócio que pretende abrir. Alguns exemplos: equipamentos, ferramentas, imóvel, móveis, mecanismos tecnológicos, tanto físicos quanto digitais, entre outras necessidades para o trabalho diário.

Dessa forma, leve em conta os seguintes investimentos com relação aos custos iniciais de uma empresa:

Capital de Giro

O capital de giro é o mecanismo que vai possibilitar que a empresa opere e faça suas compras necessárias para venda e estoque, por exemplo. Além de questões com pagamento de funcionários, acertos das contas fixas mensais e também as variáveis.

Cabe lembrar, ainda, que o capital de giro vai depender do porte da empresa e do setor ao qual estará ligada. E ainda é preciso contar com uma reserva para possíveis emergências.

Para encerrar o assunto capital de giro, vale aqui um último destaque: usar o crédito do consórcio como capital de giro é ilegal. O motivo para isso é que o crédito cedido no momento da contemplação deve ser pago ao fornecedor do produto ou serviço que é o objetivo do consorciado, e não ao ao participante. 

Investimento fixo

Aqui, entram questões de aluguel do imóvel, contas de água, energia e saneamento, custos com internet e softwares, telefone e folhas de pagamento, além de fornecedores, maquinários, veículos e móveis.

Ou seja, são alguns dos investimentos fixos iniciais necessários para fazer com que a empresa funcione em questões estruturais.

Investimento pré-operacional

É um investimento vital para o negócio, mas já é mais focado nas operações necessárias, como abertura e legalização da empresa, capacitação da equipe, custos com marketing, contador, entre outros.

---
E então, já está preparado para abrir seu próprio negócio em 2021 agora que já sabe os custos iniciais de uma empresa?

Saiba que você pode contar com o consórcio para isso, pois é uma ótima alternativa para investimentos pré-operacionais, como a aquisição de implementos para a sua frota. Afinal, além de não ter juros ou entrada, preserva seus investimentos iniciais, uma vez que oferece a vantagem de fazer compras de forma programada, sem comprometer o caixa da empresa com grandes aportes. 

Além disso, seu negócio não terá a capacidade de investimentos comprometida, pois a cota de consórcio não é contabilizada como crédito tomado até o momento da contemplação. Que tal fazer uma simulação no site e começar hoje mesmo?

Por Consórcio Librelato
Somos uma empresa de consórcios que te ajuda a conquistar os implementos mais modernos com planos acessíveis e confiáveis.

Fique por dentro das nossas novidades