Educação Financeira

Guia Completo: Consórcio para Implemento Rodoviário

24 Jan 21
4 min
01

Está pensando no consórcio para a compra do novo implemento, mas tem dúvidas sobre como ele funciona? Então confira o guia que preparamos e encontre todas as respostas.

O consórcio para implemento rodoviário é uma ótima opção de investimento, pois é isento de juros ou entrada. Por isso, apresenta vantagens para quem deseja renovar a frota ou comprar um novo implemento rodoviário.

Ainda tem dúvidas sobre como ele funciona? Neste post vamos apresentar a você todos os detalhes, das etapas percorridas até o uso da carta de crédito. Confira!

Como funciona o sistema de consórcio?

O sistema de consórcio para implemento rodoviário funciona de forma simples e é fácil de entender. 

Ele é o resultado de pessoas (físicas ou jurídicas) que se reúnem com o objetivo de comprar determinado bem. Assim, os participantes contribuem todos os meses com um valor estabelecido, formando uma poupança comum.

Dessa forma, como elas mesmas financiam a compra do bem específico, o consórcio acaba sendo um autofinanciamento.

Quais são etapas de um consórcio?

Entrada em um grupo de consórcio

A entrada em um grupo de consórcio para implemento rodoviário é que vai garantir que você participe dos sorteios para a compra do bem desejado. Para isso, é necessário procurar uma administradora de confiança e escolher o plano que mais se adequa à sua realidade financeira.

Então, ao assinar o contrato, o consorciado recebe um número chamado de cota. A partir daí, ele deverá pagar as prestações criteriosamente em dia e aguardar o sorteio mensal.

Pagamentos mensais

Mensalmente, você terá o compromisso de pagar as prestações de seu consórcio. Por isso, lembre-se que o consórcio é a reunião de um grupo de pessoas e que todas devem fazer sua parte pagando em dia as mensalidades.

A parcela do consórcio para implemento rodoviário é composta por:

  • Fundo comum: que corresponde ao valor total do bem, dividido pelo número de meses do consórcio;
  • Taxa de administração: equivale a um percentual cobrado pela administradora devido à prestação de seu serviço. O valor é diluído pelo número de prestações do plano e acaba se tornando bem mais leve que os juros cobrados em outras modalidades de financiamento.
  • Fundo de reserva: sua cobrança depende do tipo de plano e corresponde a um percentual destinado para cobrir possíveis desfalques com inadimplência de um ou mais integrantes.
  • Seguro: a cobrança dele também varia conforme a administradora e serve, principalmente, para cobrir o pagamento em casos de falecimento ou perda de renda do consorciado.

Lances

O lance é uma maneira que o consorciado tem para agilizar a contemplação de sua cota e não depender somente da sorte nos sorteios. Ele corresponde ao adiantamento do pagamento das mensalidades e deve ser oferecido pelo consorciado diretamente à administradora antes do dia da assembleia.

São, pelo menos, três tipos de lances em que os participantes podem buscar a antecipação da contemplação:

  • Lance Livre: a pessoa pode oferecer qualquer valor, sendo que o vencedor é aquele que apresenta a maior proposta;
  • Lance Fixo: a administradora estabelece um percentual mínimo de lance. No caso de empate, é feito um sorteio entre os participantes que fizeram a oferta;
  • Lance Embutido: o consorciado oferece uma parte de sua carta de crédito como lance. Nesse caso, é preciso antes verificar quais as condições estabelecidas no contrato ao fazer a proposta.

Contemplação

Este é o momento mais aguardado por quem participa em um grupo de consórcio para implemento rodoviário. Todos os meses, a administradora realiza uma assembleia e nela promove o sorteio da cota que terá direito a usar o crédito.

No entanto, para participar do sorteio que dá direito à contemplação da carta de crédito é necessário estar com todas as mensalidades pagas. Por isso a importância de estar adimplente no dia da assembleia.

Carta de crédito

A carta de crédito é que dá direito ao consorciado de fazer a compra do bem desejado. Ela corresponde a um vale-compra e é entregue pela administradora do consórcio. 

Vale destacar aqui que nenhum valor é depositado em conta. Nesse cenário, a carta de crédito corresponde ao dinheiro pelo qual você tem direito de receber.

A grande vantagem da carta de crédito é que, com ela, o consorciado pode pagar o bem à vista, dando maior poder de negociação na hora da compra.

Utilização de crédito

Quem faz um consórcio para implemento rodoviário e é contemplado pode escolher qualquer modelo do mercado nacional. Não há restrições quanto ao modelo e marca, desde que esteja dentro da categoria contratada, claro.

O consorciado pode, até mesmo, comprar seu implemento rodoviário em feirões. Dessa maneira, ele tem muito mais liberdade para negociar e garantir a melhor oferta.

Como utilizar um consórcio para a compra de implementos rodoviários?

Entenda as necessidades

Este ponto é fundamental para quem deseja participar de um consórcio para implemento rodoviário. Faça uma análise criteriosa sobre as necessidades de seu negócio. Qual o modelo que mais atende suas necessidades? Vai precisar trocar um ou mais implementos?

Quanto mais perguntas, melhor. Assim, você terá certeza de que estará buscando o plano certo para o que precisa.

Planeje os orçamentos

Embora o consórcio para implemento rodoviário não tenha cobrança de juros ou exija entrada, é preciso estar atento ao valor das prestações mensais. Lembre-se de que esta modalidade tem um longo período de duração, podendo durar alguns anos no caso de veículos pesados.

Dependendo da situação, é melhor escolher um plano com maior duração, mas com parcelas mais baixas para garantir o pagamento em dia. 

Como já falamos anteriormente, para participar dos sorteios é necessário que o consorciado esteja regular com suas obrigações perante a administradora.

Procure uma administradora especializada e de confiança

Este também é um ponto que não pode ser ignorado ao fazer seu consórcio para implemento rodoviário. Afinal, você vai depositar nela todos seus sonhos e dinheiro.

Verifique primeiro se a empresa é autorizada pelo Banco Central para operar essa atividade. No próprio site da instituição você encontra uma lista das empresas regulamentadas.

Além disso, busque ver como a empresa trata seus clientes em sites de reclamações e órgãos de proteção ao consumidor. Assim, você terá uma ideia na forma com que ela resolve os problemas.

Adquira a sua cota de consórcio

Agora que você conhece todo o processo que envolve o consórcio para implemento rodoviário chegou a hora de dar o passo para a renovação de sua frota. Dessa forma, poderá melhorar as condições de seus veículos com segurança e comodidade.

Ficou interessado em participar? Então, confira nosso site e dê mais um passo em direção ao seu objetivo!

Por Consórcio Librelato
Somos uma empresa de consórcios que te ajuda a conquistar os implementos mais modernos com planos acessíveis e confiáveis.

Fique por dentro das nossas novidades